Doe para a SBEE

A SBEE precisa de sua ajuda para poder continuar suas atividades.  Doe via PayPal. 

Mais Informações

Nascido em Lyon - França - de uma família tradicionalmente voltada para a magistratura e advocacia, Allan Kardec (pseudônimo de Hippolyte Léon Denizard Rivail) desde jovem sentiu-se inclinado ao estudo das ciências e da filosofia.

Educado na Escola de Pestalozzi, em Yverdum (Suíça), tornou-se um discípulo desse célebre professor e um dos mais zelosos propagandistas do seu sistema de educação.

O fato de ter nascido de uma família católica e de ter sido educado em um país protestante, o fez experimentar situações de intolerância religiosa, o que o levou a conceber, desde cedo, a idéia da necessidade de uma reforma religiosa que culminasse com a unificação das crenças.

Bacharelou-se em Letras e em Ciências; lingüista insigne, falava alemão, inglês, italiano, espanhol e holandês, chegando a traduzir diferentes obras de educação e moral para a língua alemã. Foi membro de várias sociedades culturais e científicas da época, entre outras, a Academia Real de Arrás.

Em 1832 casou-se com Amélie Gabrielle Boudet, estabelecendo residência em Paris. Na própria residência, entre 1835 e 1840, fundou cursos gratuitos de Química, Física, Anatomia, Astronomia, entre outros. Sua preocupação com a Educação, aliás, levou-o a publicar várias obras, abordando os mais variados assuntos, tais como Instrução Pública, Aritmética, Gramática Francesa, Geometria, Química, Física, Astronomia e Fisiologia, sendo que estes últimos eram professados por ele no Liceu Polimático.

Em 1854 Allan Kardec tomou conhecimento dos fatos envolvendo as "mesas girantes e falantes". Começou a assistir as reuniões sem dar muito crédito. Foi convidado a estudar os fenômenos junto à família Boudin. Com o decorrer das pesquisas, Kardec definiu o Espiritismo como uma nova ciência a qual, pelo método experimental, chegou à conclusão de que estas manifestações provavam a existência da alma e de sua sobrevivência ao transe da morte. Percebera que cada espírito possuía um grau de conhecimento e moralidade. A comunicação com os Espíritos resultaram em vasto material, que consistia em relatos, descrições, desenhos e mensagens e, com a ajuda de amigos pesquisadores, Allan Kardec, resolveu estudá-los, classificá-los e explicá-los. Eliminou as repetições ociosas, anotou circunstanciadamente as falhas, as dúvidas e as lacunas para futuros esclarecimentos a serem ditados pelos Espíritos.

Fundou em Paris, a 01 de abril de 1858 a primeira sociedade regularmente constituída, a Sociedade Parisiense de Estudos Espíritas.

Portador de uma lesão grave no coração, desencarnou a 31 de março de 1869, quando contava com 65 anos de idade.

Revista Ser Espírita nº 30

Revista Ser Espírita nº 30

Projeto Grão em Grão

Novas Metáforas do Pensamento Espírita

Novas Metáforas do Pensamento Espírita

Antropologia Espírita

Antropologia Espírita

Área Restrita